Por estar o pecado vinculado ao comportamento humano, esta obra procura identificar e analisar a imagem e semelhança de Deus e a natureza divina e humana no homem, a personalidade, o genoma humano e a
hereditariedade.
Na imagem e semelhança focamos na dualidade, espírito e alma, sentimentos e valores. Em termos de natureza humana o foco se encontra na imagem e semelhança de Deus e imagem e semelhança de Adão. O ser humano antes e depois do pecado.
No que se refere a personalidade busca-se compreender os elementos que formam a personalidade, ou seja, o temperamento e caráter, a formação do temperamento pela genética e do caráter pelo ambiente. Ao falar sobre o genoma humano a obra traz a lume a formação do código genético, o papel dos genes na hereditariedade e a transferência da natureza pecaminosa do homem para o seu descendente, procurando compreender a sucessão do pecado original e responder a seguinte questão: recebemos de Adão o pecado original ou uma natureza tendente ao pecado? Como se dá essa transferência de Adão à raça humana? De forma universal, intemporal, imutável, o fenômeno tão conhecido como pecado original tem assolado a
humanidade corrompendo-a, levando-a ao pó.
O ser humano já é por natureza, destinado a ser um guerreiro, pois seu inimigo está alocado dentro de si e nesta guerra para liberta-se ele precisa lutar e ser mais do que vencedor. Os seres humanos em todos os tempos e em todos os lugares sempre trouxeram consigo as marcas do pecado
original cometido por Adão e Eva, porém, pouco se compreende como as consequências desse pecado são transferidas de pais para filhos de geração a geração. A ideia de pesquisar sobre a natureza pecaminosa do homem e como se dá sua transferência aos seus descendentes é pouco explorada no que tange ao sentido físico, biológico, psicológico e espiritual, pelos
estudantes de teologia.
Entretanto autores conceituados defendem que o comportamento humano está relacionado com a sua personalidade composta pelo temperamento e o caráter, sendo este formado pelo ambiente e aquele pela
genética torna o homem semelhante aos seus pais.
Neste sentido investigamos se isso ocorre através da hereditariedade que transfere a natureza pecaminosa ao seu descendente tornado impossível ao homem libertar-se dessa natureza, pois não há como interromper a
sequência genética desde Adão até hoje e sempre que for gerado um ser humano este herdará a genética de seus pais. Portanto, será de grande importância para a teologia à identificação e mapeamento dessa transferência, com o objetivo de conhecer para compreender o ser humano e ajudá-lo a encontrar caminhos que o levem a conhecer-se e uma vez conhecendo a si possa compreender-se e dominar este mal da humanidade chamado de pecado.
Nas considerações finais esta obra traz reflexões sobre o comportamento humano e sugestões de como buscar a restauração da natureza divina ferida no Éden.

O Pecado Original e como se dá sua Transferência de Geração a Geração

R$ 60,00 Preço normal
R$ 49,90Preço promocional
  • Margarida Azevedo

Amadeus Business Tower, Av. do Contorno, 6594 - 7º andar, sala 701 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30110-044

Seguir

©2020. Editora Dialética. All rights reserved.