Em muitos rios da Amazônia, principalmente, ao longo do rio Amazonas, ocorre o fenômeno das “terras caídas”, na época da vazante dos rios, provocando a erosão das margens fluviais e causando grandes problemas sociais, econômicos e ambientais. Não se sabe, até agora, as causas em que o fenômeno ocorre, em termos da influência da saturação das camadas de solo e da percolação (na vazante dos rios) na resistência ao cisalhamento do maciço de solo. Portanto, esse trabalho tem como objetivo central a caracterização e modelagem geotécnica de taludes em margem de rios da Amazônia, acometidos pelo fenômeno das terras caídas. Para tal, foram coletas amostras deformadas e indeformadas das várias camadas do maciço de solo, em uma localidade onde o fenômeno tem se desenvolvido de maneira gradual. Essas amostras foram submetidas a ensaios laboratoriais de caracterização física, química e mecânica. Posteriormente, foi feita uma recriação do fenômeno em modelos de escala reduzida, observando-se as condições críticas em que o fenômeno ocorria. Finalmente, fora verificada a estabilidade dos taludes, por meio de programa computacional e as superfícies de ruptura teóricas foram comparadas, qualitativamente, com as verificadas nos modelos reduzidos. Os resultados mostraram que as camadas de solos estudados possuem classificação de solos siltosos e arenosos, com pequena quantidade de argila, e que há três tipos de movimentos associados às terras caídas: a queda, o tombamento e o deslizamento rotacional. Os três movimentos são influenciados, ativamente, pelos efeitos da vazante do rio, da composição granulométrica e saturação do maciço.

Caracterização e modelagem geotécnica do fenômeno das terras caídas no ambiente

R$ 60,00 Preço normal
R$ 49,90Preço promocional
  • Elias Santos Souza e Nilton de Souza Campelo

Amadeus Business Tower, Av. do Contorno, 6594 - 7º andar, sala 701 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30110-044

Seguir

©2020. Editora Dialética. All rights reserved.