A natureza do presente trabalho é qualitativa, tendo por objeto de análise a Agenda 21 Local. Nesse sentido, o objetivo geral é o de relatar a experiência de construção de uma Agenda 21 Local nos bairros de Mata Escura e Estrada das Barreiras no período de 2005 e 2006. A pesquisa baseia-se nas contribuições de autores como Leff (2002), Ribeiro (2005), Gohn (2006) e Brandão (1984); com vistas a refletir sobre a Agenda 21 Local (SIRKIS, 1999; NOVAES, 2005); e os processos de educação (FREIRE, 1996, 2005), e de participação (SCHERER-WARREN, 1999, 2002) em busca da sustentabilidade (CAPRA 2002). Além desses autores, recorre-se a Santos (2006), Castells (1999) e Santos (2005), cujas investigações apresentam uma significativa compreensão da questão ambiental na contemporaneidade, cenário da presente investigação. Quanto aos procedimentos metodológicos, optou-se pela pesquisa-ação (THIOLLENT, 1986; BARBIER, 2004; HAGUETTE, 1997; e FREIRE, 2005). A construção da Agenda 21 Local foi considerada pelos moradores da área de intervenção como uma experiência política que vem propiciando as discussões a respeito dos problemas sociais identificados, as alternativas possíveis para enfrentá-los e principalmente vem ajudando a fortalecer as associações comunitárias, tanto como um incentivo para que se amplie o número de moradores filiados a elas, quanto à melhoria da própria imagem destas entidades representativas, que, em alguns casos, tornaram-se mais visíveis e mais valorizadas pelos moradores como um importante espaço de articulação das lutas sociais.

Agenda 21 Local

R$ 80,00 Preço normal
R$ 49,90Preço promocional
  • Dionalle Monteiro de Souza

Amadeus Business Tower, Av. do Contorno, 6594 - 7º andar, sala 701 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30110-044

Seguir

©2020. Editora Dialética. All rights reserved.