Este trabalho tem como objetivo analisar como se constitui a autonomia relativa do sujeito nas produções de crônicas de alunos do Instituto Federal de Educação de Alagoas (IFAL), assim como identificar e analisar indícios de autonomia nas diferentes versões elaboradas pelos alunos. Além disso, compreender de que forma se expressa essa autonomia e de que modo as orientações do professor contribuíram ou não para a constituição de produtores de texto relativamente autônomos. Esse trabalho foi obtido a partir da auto-observação, registrado nas gravações de aula em áudio e vídeo, questionário socioeconômico, anotações de campo e entrevistas semiestruturadas. A análise das primeiras versões aponta para espaços restritos na formação da autonomia relativa na escrita, decorrentes de fatores multirrelacionados como as condições socioeconômicas dos alunos, as experiências escolares anteriores, além da prática pedagógica do professor. Conforme os dados analisados, é possível afirmar que a atividade de produção escrita do gênero crônica possibilita aos alunos marcarem-se como sujeitos relativamente autônomos, a partir das necessidades linguísticas e discursivas com as quais eles se deparam nos momentos de produções de textos.

A Autonomia nas Produções Textuais

R$ 50,00 Preço normal
R$ 39,90Preço promocional
  • Antonio Warner de Araújo Vasconcelos

Amadeus Business Tower, Av. do Contorno, 6594 - 7º andar, sala 701 - Savassi, Belo Horizonte - MG, 30110-044

Seguir

©2020. Editora Dialética. All rights reserved.